Tributo a Carlos Gomes em Blumenau e Joinville

Aconselhamento genético pode prevenir câncer de mama
04/10/2021
Câncer de mama: mudança de vida pode diminuir riscos
19/10/2021

Barítono joinvilense, Douglas Hann, se apresenta com solistas e músicos convidados

Amcle Lima

O compositor brasileiro Carlos Gomes precisou subir 18 vezes ao palco, no dia da estreia da ópera Il Guarany, tamanha a aclamação do público italiano. O espetáculo estreou no dia 19 de março de 1870, no Teatro Alla Scala, em Milão. Com um ano de atraso, em função da pandemia, um tributo aos 150 anos da estreia de “Il Guarany” ocorre nesta terça-feira, 19, às 20h, no Teatro Carlos Gomes, em Blumenau, A entrada é franca (ingressos devem ser retirados na bilheteria do teatro). O mesmo espetáculo será apresentado nesta quinta-feira, 21, no palco da Sociedade Harmonia-Lyra, também às 20h. Em Joinville, o público é limitado a 120 lugares e os ingressos custam R$ 30.

“Na época em que a música erudita e a ópera eram as principais formas de música, ter um compositor brasileiro sendo aclamado no principal palco foi um fato de repercussão mundial”, afirma o barítono joinvilense Douglas Hann. Ele entende que Carlos Gomes precisa ser mais divulgado no Brasil, e que as apresentações desta semana cumprem um papel de formação de plateia. “Os jovens não sabem quem é Carlos Gomes, isso é uma falha grave do nosso ensino”, aponta o barítono. A apresentação traz para o público trechos de “Il Guarany”, mas também outras obras de Gomes: no programa, árias das óperas “Lo Schiavo” e “Fosca”. O espetáculo conta com a participação de músicos como o pianista Matheus Alborghetti, que vai executar a peça para Piano Mormorio.

Um quinteto de sopros, com o trompetista André Souza e o tubista Jonas Costa, da Orquestra Sinfônica do Paraná, além de músicos joinvilenses, vai executar a abertura de “Il Guarany”: “Protofonia da Ópera”. Entre os solistas, além de Hann, que é o diretor artístico do projeto, estarão a soprano Deborah Bulgarelli, premiada com o 1° Lugar Soprano do Concurso Internacional de Canto Linus Lerner (Edição Brasil 2020), e o tenor Richard Bauer, de São Paulo, especialista no repertório de Gomes. Em Joinville, haverá uma ação social no dia da apresentação, para arrecadação de roupas e brinquedos. “A retomada das atividades presenciais na Harmonia Lyra, assim como outros eventos que retornaram presencialmente, como o Pianístico e o Festival de Dança, nos dá esperanças de uma temporada para o ano que vem”, completa o barítono Douglas Hann.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *