SC tem pesquisas e projetos de extensão de combate à Covid-19

Livro sobre teatro na periferia será lançado em live no domingo, 2
29 de julho de 2020
Médica alerta para cuidados com as crianças durante a pandemia
29 de julho de 2020

SC tem pesquisas e projetos de extensão de combate à Covid-19

A Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc) realizou levantamento das ações de pesquisa e extensão realizadas por instituições de ensino catarinenses para combater a pandemia de Covid-19 e seus efeitos. Estão em andamento ao menos 188 trabalhos. O número de projetos deve aumentar significativamente com o lançamento do Programa Universal de Pesquisa, que irá destinar R$ 4 milhões para todas as áreas do conhecimento. Em Joinville, a Univille contribui com três projetos na área.

Em toda Santa Catarina, atualmente, são realizados 118 projetos na área da saúde, que abordam desde a prevenção até o tratamento da doença. Completam a lista outras 37 ações na área de proteção social, 17 de proteção econômica e 16 na educação. Totalizando, assim, 98 pesquisas e 90 atividades de extensão.

O presidente da Fapesc, Fábio Zabot Holthausen, reforça a participação da fundação para fomentar alguns desses projetos. “Com recursos do governo do Estado temos apoiado pesquisadores, instituições, universidades e empresas. Vamos manter e ampliar esse tipo de apoio em nossa gestão”, comenta.

Além dos grandes projetos, que envolvem a produção de vacinas, de testes rápidos ou de estudos sobre as condições dos pacientes, há também outras ações que impactam no dia a dia do controle da doença. Professores e alunos criam máscaras de proteção aos profissionais da saúde e dão suporte técnico para a realização de testes de Covid-19. Assim como desenvolvem tecnologias que ajudam em tratamentos e na tomada de decisões para conter a pandemia.

A segunda área com mais ações é a proteção social, com pesquisas que envolvem desde a análise da situação das famílias catarinenses durante esse período até as condições psicológicas e comportamentais causadas pela pandemia. Já os programas de extensão estão relacionados à produção e distribuição de produtos às comunidades mais vulneráveis, como álcool gel, máscaras ou mesmo sabão.

Na área educação, há desenvolvimento de sistemas para aulas a distância e compartilhamento de informações para apoiar o ensino de crianças em casa. Enquanto na proteção econômica, os pesquisadores estão focados em medidas para melhoria nas condições do trabalho em casa, proteção das cadeias produtivas e de mobilidade.

Mais recursos

O número de projetos relacionados à Covid-19 em Santa Catarina deve aumentar com o lançamento feito pela Fapesc do Programa de Pesquisa Universal. Serão destinados R$ 4 milhões para todas as áreas de conhecimento. Podem ser contemplados até 200 projetos com recursos que variam de R$ 20 mil a R$ 80 mil. As inscrições vão até 23 de setembro na plataforma da Fapesc http://plataforma.fapesc.sc.gov.br/fapesc/#/public/login.

Para mais informações, acesse www.fapesc.sc.gov.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *