Patrimônio histórico de Joinville em processo de restauração

Prevenção ao câncer infantojuvenil ganha reforço com “Novembro Dourado”
18/11/2020
Apesar da crise, construção civil em alta
25/11/2020

A Igreja da Paz, da Comunidade Luterana de Joinville, importante edificação do patrimônio histórico de Joinville, está sendo restaurada. As obras começaram no final de outubro com a recuperação da cobertura do prédio e prosseguem até fevereiro de 2021. A meta agora é continuar a captação de recursos para incluir a substituição do forro, a revisão do sistema elétrico e a reforma da torre da igreja nesta fase das obras.

Os trabalhos integram a primeira etapa do Projeto de Restauração da Igreja da Paz, que tem o objetivo de restaurar e adequar às normas de acessibilidade e segurança o prédio que começou a ser erguido em 1857, foi finalizado em 1864 e é tombado como patrimônio histórico tanto de Joinville quanto de Santa Catarina.

Situada na rua Princesa Isabel, 438, a Igreja da Paz integra o conjunto arquitetônico da Paróquia da Paz e Colégio Bom Jesus (a antiga Deutsche Schule, construída entre 1866 e 1868), e faz parte do cotidiano da cidade – o soar de seu sino ainda pode ser ouvido a cada hora, marcando o ritmo da vida no centro.

Ao longo de mais de 160 anos, a sua estrutura arquitetônica passou por diversas intervenções e foi ampliada para acompanhar e atender as necessidades da comunidade. Porém, as paredes externas e aberturas da primeira Casa de Oração, inaugurada em 1864, permanecem no local, incorporadas ao atual prédio. Deste templo original, só não está mais presente a parede do altar, demolida em 1960, durante uma ampliação.

A recuperação da cobertura do prédio já está andamento e a previsão é que esteja concluída até fevereiro de 2021. Ela prevê a revisão, recuperação do telhado e impermeabilização das telhas, recuperação das estruturas de madeira, calhas e rufos, instalação de subcobertura.

O projeto é viabilizado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura, Ministério do Turismo por meio da Secretaria Especial de Cultura do Governo Federal, tem o patrocínio de empresas de Joinville e o apoio de pessoas físicas.

“A Igreja da Paz é uma referência, um símbolo para a Comunidade Evangélica de Confissão Luterana e para Joinville. Ela foi o primeiro templo protestante (como se dizia na época) na cidade, presente desde os primeiros tempos de imigração, e fez parte da formação de gerações de joinvilenses – tanto no sentido religioso, quando no sentido educacional e profissional, pois integra o complexo Paróquia da Paz e Colégio Bom Jesus/Ielusc, a antiga Deutsche Schule”, completa Nelson Carlos Steuernagel, presidente da Paróquia da Paz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.