Indústrias de Joinville buscam soluções em startups

Editora Micronotas, de Joinville, lança livro de autor argentino
20/02/2020
Atleta de Joinville busca título em competição de fisiculturismo
27/02/2020

 

Inovar por meio de alianças com startups é o pulo do gato para um número significativo de grandes indústrias, que desenvolvem ações de aproximação com esse tipo de empresa. Ligada ao Ministério da Economia, a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) lançou um programa que mira justamente na intersecção dos ecossistemas de startups e da indústria, “como forma de impulsionar a geração de soluções inovadoras para uma indústria mais competitiva. Manufatura, novos produtos, melhorias de processos serviços são alguns alvos. O processo é positivo para todas as partes: as startups recebem acesso real ao mercado, com oportunidades valiosas de aporte financeiro, enquanto as indústrias mitigam riscos nessa conexão, ganham acesso ao ecossistema de inovação, trocam experiências e entram em contato com as soluções de startups de forma mais assertiva, explica a ABDI na apresentação do programa.

A Ciser, fabricante de porcas e parafusos de Joinville, engajou-se ao programa da ABDI com o objetivo de impulsionar soluções e experimentar novas metodologias e processos, bem como sensibilizar e capacitar empreendedores sobre a importância de aperfeiçoar a rede de inovação. Trata-se de um passo além do prêmio de inovação tecnológica que a companhia lançou há 12 anospara reconhecer os melhores projetos apresentados por estudantes universitários e de escolas técnicas. O prêmio evoluiu, e agora faz parte de algo ainda maior, que vem a ser a nossa jornada de inovação”, resume Karoll Correia, supervisora de Inovação. Recentemente, a Ciser também formalizou duas parcerias: uma com a catarinense Cheap2Ship, que atua com soluções logísticas, e a segunda com a mineira InspEasy, que entrega uma soluçãconectada à gestão preditiva da manutenção de máquinas.

 Já a Tigre anunciou em janeiro sua adesão ao recém-lançado Programa de Aceleração do Mithub, comunidade de inovação que busca impulsionar a transformação digital no mercado de construção e setor imobiliário por meio de tecnologia e empreendedorismo. Segundo afirma em sua apresentação, o objetivo do programa é apoiar startups para superar desafios enfrentados nos primeiros estágios do negócio, ajudando-as a trabalhar aspectos como validação do produto, modelo de negócio e captação de investimentos. Outras empresas líderes de mercado, como Gerdau, Duratex e Cyrella, também apoiam a iniciativa. Auxiliamos os empreendedores com nossa experiência de mercado, ao mesmo tempo em que aprendemos com as diferentes visões de cada startup e empreendedor”, resume Rafael Salomão, gerente de Inovação e Sustentabilidade do Grupo Tigre. A empresa está interessada em conhecer startups que atuem em áreas como industrialização da construção civil, tecnologias relacionadas à água e gestão de resíduos. Quinze startups serão solucionadas para participar do programa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.