Escolas de São Francisco do Sul recebem o Sarauzinho

Caravana Teatro Feito à mão faz sua primeira escala em São Francisco do Sul
22/03/2022
Dona Helena abre unidade de internação em saúde mental
05/04/2022

O Sarauzinho# está para chegar a São Francisco do Sul, entre abril e maio, trazendo o chorinho brasileiro e muita história para encantar os estudantes do ensino fundamental. Ao todo, serão 16 espetáculos, ao vivo, em oito escolas da rede municipal, para um público de 6 a 10 anos de idade. O objetivo é despertar o gosto da criançada por esse legítimo ritmo nacional.

Esta edição do projeto conta com uma novidade. Serão realizadas duas palestras de formação de plateia para alunos do ensino fundamental II, do 6º ao 9º ano, que, de forma lúdica e leve, vão receber orientação sobre como apreciar da melhor maneira os espetáculos. “A ideia é sensibilizar a galera para a escuta da música. Não é para ensinar a ficar quieto, a não rir, isto é muito chato. É despertar o interesse, a empatia. A partir daí, o silêncio e a atenção são consequências naturais”, explica Marisa Toledo, produtora e pianista do Sarau#.

O projeto é uma realização do Governo Federal, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, a Lei Rouanet, e conta com o patrocínio Ouro da Arcelor Mittal e patrocínio Prata do Giassi Supermercados. A produção é da Sarau# Produções e da Agência Cultural AqueleTrio. O apoio é da Univille, do Centro de Estudos Musicais (C.E.M.) e da Mídia Quatro Filmes.

Desde 2014, o Sarauzinho# leva o chorinho brasileiro a crianças entre 6 e 10 anos de idade, de escolas públicas e privadas de Santa Catarina, contribuindo para que conheçam e apreciem a música instrumental brasileira de qualidade. Desde que foi iniciado, o projeto já chegou a quase sete mil estudantes, a maior parte de escolas da rede pública.

As apresentações são realizadas de forma descontraída pelo Sarau#, grupo composto pelos músicos Cláudio Moraes (sax/flauta), Marisa Toledo (piano) e Rafael Vieira (bateria e percussão), de Joinville, e que tem como foco o incentivo às iniciativas musicais autênticas nas reinterpretações da música brasileira. Conta com roteiro, direção cênica e atuação de Angela Finardi, e a presença de Joaquim, um boneco de espuma criado por Muriel Szym. Cadeirante e espirituoso, Joaquim interage com a criançada e, brincando, contribui para o protagonismo da pessoa com deficiência em diversos setores da sociedade, e para a inclusão social. Todo o grupo conta com figurinos exclusivos de Caren Negrelli.

No repertório, músicas de Pixinguinha, Jacob do Bandolim, Hamilton de Holanda, entre outros compositores. Com isso, os alunos poderão conhecer um pouco mais do Choro, um estilo instrumental que surgiu no Brasil no século 19 e que se caracteriza pela execução extremamente elaborada.

Confira a programação

Abril

5 de abril – EM João Germano – bairro Iperoba
12 de abril – EM Rogério Zattar – Ubatuba
19 de abril – EE Annes Gualberto – bairro Paulas
26 de abril – EM Waldemar da Costa – bairro Água Branca

Maio
3 de maio – EM Ramiro Bueno – Ervino
10 de maio – CAIC Irma Joaquina – bairro Acaraí
17 de maio – EM Claurenice – bairro Rocio Grande
24 de maio – EM Ida Beatriz – bairro Majorca

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.