Crise-coronavírus já causa 34 mil demissões em Joinville

Crise do Coronavírus adia o Festival de Dança de Joinville 2020
23/04/2020
Os novos hábitos em tempos de pandemia e isolamento social
24/04/2020

O desemprego é um das faces, apenas uma, da pandemia do novo coronavírus. Em Santa Catarina, o Sebrae/SC divulgou a segunda rodada da pesquisa sobre o impacto do coronavírus na economia do Estado. De acordo com a sondagem, que analisou o universo dos pequenos negócios e das médias e grandes empresas, cerca de 406 mil pessoas já perderam seus empregos desde o início da crise provocada pela pandemia.

Em Joinville, são 34.681 pessoas desempregadas desde o início da crise. A margem de erro é de 4.5 pontos percentuais para mais ou para menos.

A pesquisa analisou universo de 73.151 empresas: 34,2% dos empresários de Joinville demitiram até dois funcionários no último mês. Em relação ao faturamento, as empresas da cidade tiveram queda média de 64%, apontada por 90,8% dos entrevistados. O montante chega a R$ 803 milhões.

Além disso, a pesquisa apontou que 958 empresas encerraram suas atividades na cidade, o equivalente a 1,31% do total. “Esse último número é significativo se pensarmos que tantos empresários não tiveram outra alternativa e precisaram encerrar suas atividades em um único mês”, comenta o diretor técnico do Sebrae/SC, Luc Pinheiro.

Na região Norte, 34,9% dos entrevistados demitiram ao menos dois funcionários no último mês. Na sondagem anterior eram 17,92%. Ao todo, cerca de 73.500 pessoas perderam o emprego na região. A queda no faturamento foi apontada por 90,9% dos entrevistados, com média de 64,7% de redução. O total é de R$ 1.7 bilhão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *