Crise do Coronavírus adia o Festival de Dança de Joinville 2020

Especialistas orientam sobre como lidar com o home-office
23/04/2020
Crise-coronavírus já causa 34 mil demissões em Joinville
23/04/2020

Maykon Lammerhirt, divulgação

Os milhares de bailarinos, coreógrafos, professores, comerciantes e espectadores que anualmente comparecem ao Festival de Dança de Joinville terá que esperar um pouco mais para se encontrarem em 2020. Nesta quinta-feira (23), a coordenação do evento anunciou que a 38ª edição, prevista para de 21 de julho a de agosto, foi adiada.
Em nota oficial, o Instituto Festival de Dança de Joinville reiterou o acompanhamento que vem fazendo de todos os fatos relativos à pandemia do novo coronavírus no Brasil. Devido ao isolamento social, alterou diversas etapas de organização do evento para não expor os participantes, ainda em fase de preparação, a uma rotina que descumprisse esta importante medida de contenção do vírus.
Diante das restrições adotadas em Santa Catarina, o Instituto resolveu adiar o Festival de Dança e estuda a melhor data para realizá-lo ainda neste ano, o que poderá acontecer em setembro, outubro ou novembro. A realização do evento está condicionada a liberação das autoridades competentes, seguindo todos os protocolos estabelecidos por esses órgãos, informa a nota oficial.
“Esse adiamento foi pensado exaustivamente e preocupado com todas as implicações que uma decisão como essa reflete nos vários públicos do Festival”, disse Ely Diniz, presidente do Instituto Festival de Dança, para a Francisca.
Segundo ele, é impossível,neste momento, dimensionar as perdas provocadas pelo cancelamento da 38ª edição. Porém, ele acredita que ela possa acontecer ainda neste ano. “O Festival só será cancelado se os órgãos públicos responsáveis pela saúde proibirem a sua realização”, enfatizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *