Corredor rodoviário promete desafogar a BR-101

Diagnóstico precoce de leucemia e anemia é fundamental, alerta campanha Junho Laranja
18/06/2021
Reflexões em torno da arte, em live que reflete sobre mostra de Luiz Henrique Schwanke
22/06/2021
Engarrafamentos sem tamanho já fazem parte da paisagem nas principais estradas brasileiras. Desafogar a BR-101 Norte, a principal rodovia catarinense, é o que espera o governo estadual com a implantação e pavimentação do “Corredor Rodoviário Litorâneo Norte”, entre Joinville e Biguaçu. O edital de licitação para escolher a empresa que será responsável pelo estudo de viabilidade técnica, econômica e ambiental para a obra foi lançado na metade de junho.

“Esse é um projeto que pensa no futuro de Santa Catarina. A BR-101 Norte atravessa uma região com alta densidade populacional e passa pelo meio de diversas cidades. É importante a criação de um corredor paralelo. Estamos lançando as bases para uma infraestrutura mais condizente com o tamanho do nosso Estado”, diz o governador Carlos Moisés.

“É mais um passo para a criação de uma rodovia estadual que contorne e que seja alternativa à já sobrecarregada BR-101 Norte. O governo está pensando a mobilidade de Santa Catarina para os próximos 20 anos e não apenas para agora”, destaca o secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira.

Nesse estudo, serão avaliados possíveis traçados, com início na BR-101, em Joinville, passando pelo município de Guaramirim, prosseguindo até Ilhota, Tijucas e, finalmente, ao Contorno Viário de Florianópolis, no município de Biguaçu. Também serão estudados os possíveis impactos ao meio ambiente, viabilidade econômica e técnica dessa implantação. “O mais importante é proporcionar segurança viária para quem faz o trajeto, além de facilitar a logística para o escoamento da produção”, explica Vieira.

A empresa que for selecionada na licitação terá seis meses para executar um estudo identificando onde poderá passar essa nova rodovia. A expectativa é que seja conhecida até setembro. O edital está disponível aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *