Apesar da crise, construção civil em alta

Patrimônio histórico de Joinville em processo de restauração
24/11/2020
Festival de piano terá formato digital e atrações gratuitas       
30/11/2020

Detalhe de projeto do Duo Residence, lançamento da Hacasa

O mercado da construção civil de Joinville pode seguir otimista. Pesquisa recente, encomendada pelo Sinduscon, o Sindicato da Indústria da Construção Civil, atestou que o setor se manteve ativo, em geração de empregos e negócios, apesar do grande impacto da pandemia de coronavírus em outras regiões do país e em vários segmentos da economia. Ou seja, o momento é positivo para investimentos na área imobiliária.

Segundo a entidade, em função dos estoques baixos de apartamentos na cidade, a hora é propícia para alavancar lançamentos. No contexto econômico, a queda na Selic e, consequentemente, nas taxas de juros do financiamento imobiliário tornam o cenário favorável para o setor.

Entre os indicadores considerados no levantamento feito pela Brain para o Sinduscon Joinville, destaca-se, por exemplo, o VGV de lançamentos residenciais. Considerado importante sinalizador para o segmento, o Valor Geral de Vendas, se comparados os indicadores do segundo trimestre de 2020 com o mesmo período do ano passado, aumentou aproximadamente 48%.

O VGV vendido (na comparação dos meses de abril, maio e junho de 2019 e 2020) também subiu: passou de R$ 82 milhões no segundo trimestre do ano passado para R$ 96 milhões no segundo trimestre deste ano. Outro índice que teve crescimento foi o preço médio do metro quadrado privativo. De maio para junho deste ano, o incremento foi de 4% em Joinville.

Os estoques de unidades residenciais verticais reduziram em Joinville. No acumulado de um ano, a queda foi de 9,3% na disponibilidade. Além de oportuno para quem vai lançar novos empreendimentos, o momento é propício para quem deseja comprar um apartamento. “A taxa média de juros habitacionais caiu de aproximadamente 12% para 7% ao ano, e a faixa de renda para quem quer se habilitar a um financiamento também diminuiu, o que amplia a possibilidade para as famílias que sonham com a casa própria”, comenta o Sinduscon.

Na esteira desse cenário favorável, surgem vários novos empreendimentos na cidade. É o caso do Duo Residence, da Hacasa, incorporadora do Grupo H. Carlos Schneider. Localizado no bairro Anita Garibaldi e lançado neste mês, o empreendimento terá plantas flexíveis, com unidades de até 63m² privativos, com um quarto e uma suíte. Também disponibiliza apartamentos giardinos (no primeiro pavimento, com terraço) e coberturas. O comprador pode optar por suíte com varanda, além de uma diversidade de opções de lazer e de serviços, distribuídos em 15 pavimentos. Todo equipado com tecnologia para reaproveitamento de água da chuva e energia fotovoltaica para utilização nas áreas comuns, o Duo Residence ainda conta, na cobertura, com “rooftops” que valorizam a vista para a Serra do Mar.

O evento de apresentação do empreendimento ocorreu na vila gastronômica Spazio Sapore – que também integra a carteira de negócios do grupo ao qual pertence a Hacasa –, reunindo mais de 250 convidados, entre corretores parceiros e colaboradores, com palestra de Lena Souza sobre coragem, criatividade e comunicação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.